Perfil

Sou Angel Rosa
Idade: 35
Moro:Minas Gerais
Adoro a noite,a lua,estrelas...


Link me





Meu Award





 
Link Sou Destaque







Participo






Destaques
 


Diversos

 

 

Melodia dos Anjos





Initialisation

Arquivos Passados

01/11/2009 a 30/11/2009
01/10/2009 a 31/10/2009
01/09/2009 a 30/09/2009
01/07/2009 a 31/07/2009
01/06/2009 a 30/06/2009
01/04/2009 a 30/04/2009
01/03/2009 a 31/03/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/11/2008 a 30/11/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/09/2008 a 30/09/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/07/2008 a 31/07/2008
01/06/2008 a 30/06/2008
01/05/2008 a 31/05/2008
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006





M E U S    P O S T S



**Amor distante**

Vivo a vida, a sonhar
Por alguém, sempre distante a amar
Quase no além, de meu pensar
Vestindo a máscara da ilusão
Vou seguindo meu caminho
Sem direção, confortando meu coração
Este pobre, sempre em desalinho
Mais uma triste desilusão
Mais uma flecha do desengano
Coração dilacerado, aos pedaços no chão
Humildemente, ajoelhada, junto os caquinhos
Suavemente... com minhas mãos
Vou colando com minhas fantasias
Justificando à ele, o coração, a ilusão
Prometendo um novo amor
Fazendo silêncio à razão
Sem verter lágrimas de dor
Sem distância a separar
Que, então será como o sonhar
Como um cavalheiro ao luar
Sem demora em arrebatar
Sem dar chance a razão
De agir com sensatez
Prometendo, ficar junto desta vez
.
(Diana lima)

 



Postado por: Angel Rosa às 15h16
[ ]

[ envie esta mensagem ]






**Esperança**

Tento fazer crescer a esperança
Tento fazer as coisas acontecerem

Nunca estive mais presa que agora
Me limito a mim mesma
À minha alma, imaginação e espírito
Que permanecem confinados
Dentro do imprestável corpo que sou

Mesmo assim,
Uma teimosa semente de esperança
Persiste em nascer no meu intocado coração
E me move a novamente levantar-me
Mesmo que eu me machuque de novo
Mesmo que eu enfrente meu maior medo

Penso que faria de tudo, arriscaria tudo
Para sair dessa pequena cela na escura floresta
Num lugar que ninguém vai se lembrar de mim
Preciso lutar por mim mesma
Me cortar algumas vezes
Ter que verter lágrimas escarlates pelo corpo inteiro

Para depois enxergar a vitória
Olhar para o passado
E poder dizer a mim mesma
Eu venci, me libertei
E fazer dali em diante
Com que cada suspiro valha a pena
Voar longe, mais longe do que eu imaginava
Que eu poderia chegar.


(Texto retirado do blog(hhmarazul.blogs.sapo.pt)

    by hhmarazul



Postado por: Angel Rosa às 08h48
[ ]

[ envie esta mensagem ]






 
Layout de Cristina Sueta Artes